24 de outubro de 2021 Prive Contos Eróticos Leave a comment 1,888 Visualizações

Tenho 18 anos, 1,76 metros, peso 67 kg, sou moreno claro, corpo liso, olhos e cabelos castanhos claros. Sou gay mas muito discreto.Estava passando férias em Guarapari no Espirito Santo e um dia fui passear em Piuma, uma cidade lá perto. Fiquei de bobeira e acabei perdendo o ônibus para voltar pra casa. Daí fui pra saída da cidade e comecei a pedir carona. Já eram umas nove da noite quando parou uma camionete cabine dupla. Corri para a camionete e logo a porta traseira foi aberta e um carinha saiu e disse ta indo pra Guarapari? Eu disse sim.
Ele então disse : entra ai então.Na caminhonete tinha quatro caras e eu sentei entre os dois do banco traseiro. O que tava dirigindo devia ter uns 25 anos e era meio mulato bem forte, o outro da frente era um moreno claro que devia ter uns 19 anos, bem alto e mais pra magro, os dois de trás era um loiro e um moreno claro ambos deviam ter uns 18 anos. Estavam todos de bermuda e sem camisa pois o calor era muito.
Logo que o carro partiu eu senti que os dois do banco de trás sentaram mais perto de mim, colando as pernas deles nas minhas. Daí o da esquerda me perguntou: Pegou alguma mina? Eu disse que não. Ele falou: Nós também não. É foda cara tamo numa secura. Senti o da
direita colar mais a perna em mim.
Ele virou e me olhou nos olhos e disse: Sabe que você é bunitim. Podia resolver nosso problema. Eu disse: ta me estranhando cara. Ele falou: Não. Mas olha so como eu tou, e pegou minha Mao e forçou ela em cima de seu pau que tava duraço. Ele dizia. Vai cara paga a carona. Bate uma pra mim, e segurava minha Mao em cima de seu pau. Como ele notou que eu não resistia mais pois tava gostando ele começou a passar a Mao em minha coxa.
Depois ele abriu o zíper da cueca e saltou um pau de mais ou menos uns 18 centimetros retinho. Ele colocou minha Mao em volta dele e disse: bate aí.
Eu so apertava. Daí ele pegou minha cabeça e abaixou ela na direção do pau e mandou eu chupar. Nisso o da esquerda já começou a tirar minha camisa e minha bermuda. Daí ele me colocou de lado no banco e senti seu pau duro cutucando minha bunda. Eu me entreguei quando dei um suspiro de prazer e eles viram meu pau começando a endurecer. O da esquerda falou: Vamos tirar o atraso. O cara gosta da coisa. Ficamos uns 10 minutos assim: eu chupava o da direita e o da esquerda ficava brincando na minha bunda. Daí eu senti que o carro saiu da estrada e entrou numa estrada que ia dar na praia ao lado e depois parou.
O cara que eu tava chupando saiu do carro e mandou eu descer. Ele sentou no banco e mandou eu chupar de novo. Logo ele começou a apertar minha cabeça contra seu pau que inchava e daí ele gozou muita porra em minha boca e gritava: bebe tudo, bebe tudo cara. Eu so sentia os jatos na garganta mas consegui engolir tudo.
Quando ele tirou o pau de minha boca o magrelo que tava na frente já tava com seu pau batendo no meu rosto e disse: chupa ai cara. O pau dele era bem maior e curvado pra cima. Ele falou : lambuza bem com cuspe pra vc não sentir dor. Eu sabia o que ele ia fazer comigo. Logo ele tirou o pau de minha boca e o outro cara que tava atrás veio e colocou o seu.
Eu tava abaixado. O magrelo me pegou pela cintura e levantou minha bunda. Senti a cabeça de seu pau forçando meu cuzim. Quando a cabeça entrou foi uma dor horrível e eu gemi. O cara que eu tava chupando disse: para de frescura e chupa gostoso. Continuei chupando e sentindo aquele pau entrando dentro de mim.
Os caras tavam secos mesmo pois o magrelo gozou rapidim dentro de mim. Daí o que eu chupava veio e começou a meter também. Não doeu muito não pois o pau dele era menor que o do magrelo.
Nisso o mulato que dirigia a carro chegou e sentou e mandou eu chupar. Quando vi o pau do cara tomei o maior susto. Era enorme. Devia ter uns 23 cm. Eu pensei : vou fazer ele gozar na minha boca porque num vou aguentar ele naum. Caprichei na língua. Ele tirou seu pau de minha boca e disse. Num quero gozar na boca não. Quero é seu cuzim. Eu gelei. O outro tava metendo e me apertou contra ele quando senti que ele gozou também.
Eu falei com o mulato: Cara eu te faço gozar na boca . Num vou te aguentar nao. Ele riu e disse: isso nunca matou ninguém. Vai ter que dar. Vou quebrar seu galho.
Ele me pegou pela Mao, me levou pra atrás do carro, abriu a tampa da carroceria da camionete e deitou de barriga pra cima. Daí ele disse: Voce é que vai saber o que aguenta. Voce vai vir por cima. Vai senta aqui no meu pau.
Eu subi na carroceria, peguei seu pau, coloquei a entrada do meu cu e comecei a sentar. Doi pra caralho mas a cabeça entrou fácil, daí eu pensei se deixar so a cabecinha e rebolar nela ele goza rápido. Comecei a rebolar.
Ele começou a gemer e me puxava pra baixo. Sentia que seu pau ia entrando mais. Daí ele me pegou pela cintura e enfiou tudo. Foi uma dor horrível. Ele falou: já entrou tudo fica quietinho ate você acostumar. Passou um tempo e ele disse: agora mexe a bundinha viadinho. Eu comecei a mexer . Senti a Mao dele no meu pau que logo foi ficando duro. Ele começou a bater uma pra mim. Foi ficando gostoso e eu rebolava muito no pau dele . Senti que ele começou a gozar e eu não tinha gozado ainda. Ele gozou e eu sai de cima. Quando tava pegando minha bermuda o que tinha gozado na minha boca disse: peraí viadinho. Também quero gozar no seu cuzim e me encostou na camionete.
O pau dele era o mais bonito de todos, retinho, meio cor de rosa, uns 18 cm. Ele veio e meteu de uma vez e começou a bombar. E ele bombava e mordia meu pescoço. Foi quando senti uma friagem subindo por minha coluna e pela primeira vez na vida gozei pelo cu. É bom demais. Acho que no gozar eu apertei o cuzim no pau dele e ele também começou a gozar me apertando muito.

Daí vestimos nossas roupas e seguimos pra Guarapari. Eles me deixaram na Praia do Morro. No dia seguinte encontrei o que me fez gozar na praia. Ele passou por mim e deu um sorriso. Seu nome era Guilherme e nos encontramos outras vezes mas isso é assunto pra outro conto.Aqueles que realmente gostem de sexo, estou a disposição, meu email esta logo abaixo. 

About pintolandia

Check Also

Prive Contos Eróticos – Vizinho novo? Rola nova!!!

Sou Renato e tenho 18 anos, nasci aqui no interior de São Paulo e moro …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



macelo mastroboys maniaquadrinhos eroticos de gaysgay na zoofiliahentai quadrinhosjohnny rapid peladohenrique lima nudecontos gays com fotosacompanhantes gayjohnny rapid ativochris diamondscontos pornoscontos eroticos em quadrinhosevandro silveira g magazineromulo praxes numurilo capelin mazergarotos nudeshistorias em quadrinhos gayczech huntercontos gay 2018acompanhante dotadoauto boqueteprimos dotadosdudu ferraronovinhos fudendobrz studiossnaps gayscontos eroticos gaysbruno saradonegros de sungabam bam peladoconto erótico gay últimovideos gay mundo maiscontos eroticos viadinhocontos eroticos gay heterorodrigo e fabio ferrazbruno canaan g magazinezoofilia com gayg magazine lolitosmauricio mattar nuas panteras filmes completosbangbang boysdemetrionuwww.irmaosdotados.com.brconto gay 2015contos eroticos de incestojasmine james home invasionalexandre frota sexo gayenfiando o próprio pau no cuchaves pornomichel e henrique gaydesafio das estrelas as panterasnude maya frotahenrique lima gaysergio marone nudezoofilia gay brasilacompanhante dotadofoto de pauzudocontos eroticos zoofilia gaydotado de sungaasiatico dotadosexo gay gifspauzudos fotoshistorias em quadrinhos gayconto gay incestoconto gay ultimodesafio das estrelas as panteraspênis amadorchaves sexocontos erticos